Amores:

Mil desculpas mas algo deu errado na gravação do estudo de hoje. Eu sinto muito!

Mas, na verdade, hoje nós retomamos parte do estudo da última semana. Na verdade avançamos pouco.

Fizemos a prática de Consciência da Consciência que pode ser baixada deste link aqui.

As outras práticas de shamatha e vipashyana estão aqui.

No início da prática de hoje, o Lama explica os estágios da prática de “Estabelecer a Mente em seu Estado Natural” como explicado por Düdjom Lingpa no Vajra Essence.

Esses estágios são também chamados de “quatro tipos de atenção plena” e são precedidos por um estágio de entrada:

  • Estamos aptos a entrar na prática quando somos capazes de distinguir a quietude da consciência dos movimentos da mente
  • Atenção Plena Unifocada – quando percebemos simultaneamente a quietude da consciência e os movimentos da mente
  • Atenção Plena Manifesta – quando a prática entra em um fluxo, com cada vez menos esforço
  • Ausência de Atenção Plena – quando todos os eventos mentais se dissolvem no substrato
  • Atenção Plena Auto-Iluminadora – quando a consciência se volta para a própria consciência e atingimos shamatha

Nessa prática de hoje, o Lama sugere que façamos a nossa melhor aproximação da Atenção Plena Auto-Iluminadora, sustentando um fluxo de consciência da consciência, identificando as duas características que definem a consciência: luminosidade e congnoscência.

No próximo encontro podemos retomar qualquer dúvida com relação a essa prática.

Muitos beijos.